Fernando de Noronha: Piscina Natural do Morro de Fora


Uma das melhores piscinas naturais de Fernando de Noronha, a piscina natural do Morro de Fora é impecável e pouco frequentada. A trilha para a piscina é toda de pedras, e é a única piscina natural de Fernando de Noronha que não precisa ser agendada, exatamente pela falta de conhecimento sobre ela dos visitantes em gerais, com a pouca frequência de pessoas, ela não precisou ter uma capacidade suporte.


O único motivo para alguém não conhecer essa piscina é não saber que ela existe, pois a partir do momento que você sabe de sua existência, é certeza que irá conhecer esse lugar magnífico.


COMO CHEGAR| A trilha começa pela praia da Conceição, bem na direção do Bar do Meio, caso você fique com dúvida sobre o início da trilha, é só perguntar para algum funcionário do bar do meio, o acesso a trilha é quase dentro do bar. O grande ponto de referência é a Pedra do Peão que, inclusive, é um ponto ótimo para tirar fotos, é uma pedra bem grande com uma base menor, por isso o nome, ela se assemelha a um Peão.


Passando pela Pedra do Peão, você permanece seu caminho pela direita e vai perceber que a trilha de pedras fica bem estreita, a sensação é que não tem mais como continuar, mas é assim mesmo, o caminho a partir daí é beirando o paredão de pedras, você vai passar colado nas pedras, do outro lado, o mar. Algumas pessoas não recomendam que os visitantes explorem o lugar sozinho, exatamente pelo caminho ser costeando as pedras nesse trecho, onde deve ter muita cautela e atenção.


Nós realizamos sozinhos e era nossa primeira vez explorando esse lugar, não tínhamos lido nada sobre, apenas visto fotos e sabíamos onde ela começava. Eu e o Dani (meu amigo da foto) nos perdemos um tempinho pela pequena trilha, o que foi maravilhoso, pois tivemos a oportunidade de observar visuais incríveis enquanto subíamos nas pedras mais altas da trilha.


DICA| A atenção é com a tábua de maré, essa trilha só pode ser realizada na maré baixa, e essa regra deve ser respeitada, caso contrário, seu trajeto fica extremamente perigoso. O aconselhável é atravessar com a maré no máximo até 0.4, e observar as condições do mar, caso o mar esteja agitado no dia que você for, cancele o passeio e vá curtir outro ponto da ilha, existem alguns trechos em que você fica muito exposto a ondas e ao mar, não vale a pena arriscar.

Recomendo que olhe o horário da maré mais baixa e comece a trilha 1 hora antes, e para voltar, saia 1 hora depois da maré mais baixa.


ATENÇÃO| Pessoas que não estão acostumadas com esse tipo de aventura, ou até mesmo que estão com crianças e idosos, seria mais seguro contratar um guia local, que irá te levar com mais conforto e segurança até a piscina. Caso você seja um aventureiro também, seja um aventureiro consciente e olhe a tábua de maré antes de ir, siga com responsabilidade esses horários.


A piscina é grande, toda fechada de pedras, apenas com uma brecha no meio por onde acontece a entrada e saída de água do mar, e ao lado da piscina principal tem pequenos pocinhos bem bonitos também. Ficamos pulando algumas vezes das pedras para piscina, além de que como não tinha ninguém, mergulhamos e nadamos muito nela. A vista da piscina para praia do meio também é irada e vale a pena parar um tempo ali para observar, claro, depois de mergulhar muitoooo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.