Salar de Uyuni via La Paz: Transporte, agências e valores

Salar de Uyuni é a maior planície de sal do mundo, acredita? Ele está localizado no sudoeste da Bolívia, perto da borda da Cordilheira dos Andes e está a uma altitude de 3.656 metros acima do nível médio do mar.


COMO CHEGAR | Saímos de La Paz para Uyuni via rodoviária, pagamos 90BS no ônibus cama com embarque 21h. Achamos bastante confortável, recebemos cobertores e água estava liberada para consumo durante todo o trajeto.


Chegamos em Uyuni bem cedo, por volta de 6h. Logo na descida, pessoas responsáveis por hostels e restaurantes da região esperavam o desembarque e ofereciam "abrigo", um lugar para se esquentar, tomar um café e carregar seus celulares, pois as agências só abrem mais tarde e faz aquele combo de muito frio + muito vento.


A AGÊNCIA | Antes de chegar no Uyuni, já fomos conversando com outros brasileiros no caminho e juntando algumas dicas de agências que fazem o tour pelo Salar.

Após pesquisarmos algumas pessoalmente no Uyuni, fechamos o passeio com a empresa Esmeralda, foram 3 dias e 2 noites no deserto de sal por 800BS. Um dos motivos que tivemos para fechar com essa agência, é que havia um carro só com brasileiros faltando duas pessoas.
 

Todas as agências oferecem praticamente a mesma coisa, são os mesmos lugares visitados porém com paradas diferentes para fotos, refeições e abrigo para dormir, e não tivemos nenhum problema durante o nosso tour.

E sobre nossas fotos com perspectiva: TENTAMOS...


O PACOTE | Todo o serviço contratado pela empresa Esmeralda, inclui:

- As refeições principais:
Café da manhã que achamos muito bem servido, geralmente com leite, café, achocolatado, chá, pão, queijo, presunto, manteiga, geléia e frutas, alguns dias era oferecido cereal e biscoito também.
Almoço que muda a cada dia e vai de carne de Lhama com quinoa, até macarrão com frango e salada.
Jantar que era sempre servido com uma sopa de entrada e logo após o prato principal. A melhor comida que provamos durante nossa passagem pela Bolívia foi, inclusive, um dos pratos principais do jantar, era uma mistura de batata frita, carne, salsicha e outras coisas mais, como se fosse um Baião de dois boliviano.
*Todas as refeições são servidas com refrigerante e água.

- Guia local te levando nos melhores pontos para fotos, vistas e te apresentando o local. Nosso guia foi o Emílio, super indicamos fazer o tour com ele, acreditamos que o guia faz toda a diferença na sua experiência, ele pode acabar com uma viagem ou fazer dela a melhor de sua vida.

- Hospedagem em hotel de sal na primeira noite e em um abrigo na segunda.

O que não inclui:

- Transfer para San Pedro de Atacama, pagamos 50BS cada uma direto na agência por esse serviço.
- Saco de dormir que, na primeira noite, achamos que não faria falta mas na segunda agradecemos muito pela dica de alugar, pois fez toda diferença. Pagamos 50BS por eles também.
- Taxa para uso de banheiros e entrada dos parques que são eles: Isla Incahuasi (30BS), Parque Nacional R.E.A (150BS) e, no último dia, Aguas Termales de Polques (10BS)


Perguntas mais frequentes sobre o Salar de Uyuni:

- Quantos litros de água levar?
Bom, é bastante relativo, o indicado é levar um galão de 5l para cada um, mas como já estávamos acostumadas com a altitude, acabamos não bebendo tanta água, então levamos um galão de 5l para as duas. E, além disso, todas as refeições que a empresa ofereceu, incluiram água, sucos e refrigerantes.

- Preciso levar lanches e biscoitos para o tour?
Sim, é super recomendado levar uns biscoitos e lanches para comer entre uma refeição e outra, pois elas demoram um pouco entre si. Você toma um café da manhã por volta de 6h e almoça 13h, por exemplo.

- Preciso pagar todas as entradas de parques no Salar?
Essa era nossa dúvida, mas não, não precisa! Na agência, eles avisam que os parques cobram entrada mas, por exemplo, as águas termais você só paga se for entrar. O problema é que o uso do banheiro só é permitido com o bilhete do parque.
A única entrada de parque realmente obrigatória é a do nacional, de 150BS, pois sem ela, você não pode circular por lá e isso inclui não chegar a fronteira.

- Os banheiros são pagos? Quanto custa?
Sim, TODOS os banheiros, com exceção dos banheiros de abrigo e restaurantes, são pagos e as taxas vão variar de 2BS para 6BS dependendo de onde você estiver. Mas é aquele negócio né, é um deserto, vi várias pessoas fazendo suas necessidades ao ar livre, eu era uma das únicas que não conseguia.

Nos próximos posts do blog, falaremos um pouco mais sobre cada um dos dias no Salar de Uyuni. Qualquer outra dúvida, estamos disponíveis para responder em nossas redes sociais e nos comentários.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.