O que fazer no Rio de Janeiro?

setembro 06, 2017

De viagem marcada para o Rio de Janeiro e não sabe muito bem por onde começar? Ok, primeiro, hospedagem. Para decidir onde se hospedar no Rio de Janeiro, antes você precisa saber o que deseja visitar na cidade. Os pontos turísticos mais famosos estão próximos a Zona Sul (Copacabana, Ipanema, Flamengo, Botafogo, Leblon e Laranjeiras. Bairros com muitas opções de hostel e bons para se hospedar.) Já as praias mais tranquilas, vazias, seguras e menos turísticas estão próximas ao bairro Barra da Tijuca, então se seu desejo for boas praias, a Barra e arredores é o seu lugar.


Perto da Barra da Tijuca, também existem "praias selvagens" (praias sem carros, estradas, muitas pessoas e com acesso por trilhas em Mata Atlântica). Essas praias ficam, em sua maioria, em Barra de Guaratiba.

ATENÇÃO: Barra de Guaratiba, Barra da Tijuca e Tijuca são bairros diferentes, apesar do nome parecido.

Os pontos turísticos mais famosos do Rio de Janeiro são Cristo Redentor, Pão de açúcar, Maracanã (estádio de futebol) e as praias de Copacabana e Ipanema. As favelas e morros seguros de visitar e com ótimas agências de turismo que trabalham por lá, são Dona Marta, Rocinha e Vidigal. Eu, particularmente, indico mais o Vidigal e o Dona Marta pelo o que os lugares oferecem.



O Vidigal tem uma trilha de nível intermediário que leva até o Morro Dois Irmãos, aquele morro que podemos ver da areia da praia de Ipanema e Leblon, sabe? O Dona Marta tem uma vista maravilhosa onde você consegue ver o Pão de açúcar, a Baía de Guanabara, o Maracanã e outros pontos da cidade. Este também foi o morro utilizado como cenário para o clipe do Michael Jackson, "They don’t care about us". Lembra? A estátua dele está lá até hoje.

O Pão de açúcar também tem uma trilha de pouco mais de 15 minutos que te leva até o morro da Urca, você sobe e desce de graça, sem precisar do bondinho, mas para aqueles que querem muito conhecer o bondinho, ele funciona de 8h às 19h50, e custa 80 reais. Cariocas ou moradores do Rio pagam meia! Bem próximo do Pão de Açúcar, você pode caminhar pela Pista Claudio Coutinho e Praia Vermelha, e a noite, a Mureta da Urca é um ótimo lugar para beber uma cerveja e conhecer pessoas.


Agora se tiver interesse em conhecer a história do Rio de Janeiro, o bairro do Centro da Cidade é o melhor lugar, com certeza. Mas não aconselho se hospedar lá, é bastante vazio e perigoso fora do horário de serviço, consideramos um bairro para visitar e não para dormir, ele fica próximo a Zona Sul também.



No Centro da cidade você encontra vários museus, os melhores são CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) e o Museu Nacional de Belas Artes. Tem também o Teatro Municipal, uma construção histórica e muito bonita que vale a pena conhecer, fica próximo ao metrô da Cinelândia.

Depois das olimpíadas que tivemos aqui, nós ganhamos um novo ponto turístico no Centro da Cidade, o Porto Maravilha. O que é? Um porto com ruas para as pessoas caminharem no meio de galerias, feiras gastronômicas, feiras de artesanato e dois museus, Museu do Amanhã e Museu de Artes do Rio. Os dois são incríveis e valem a pena conhecer! Além disso, é no Porto Maravilha que se encontra o maior painel de grafite do mundo, sabia? 




Agora chegou a hora de falar sobre o bairro que eu mais gosto na cidade inteira e vale a pena separar um dia da viagem só para ele: SANTA TERESA! O bairro é localizado na Zona Sul, faz parte da história da cidade e, como fica no alto, tem uma vista incrível. Eu aconselho visitar o Museu Chácara do Céu, é lindo demais e tem um jardim enorme, ao lado dele tem o Parque das Ruínas, eu duvido vocês não se apaixonarem!

Leia mais: Um dia em Santa Teresa



Durante a noite, o bairro é bem boêmio e cheio de barzinho. Mas se quiserem cerveja e caipirinha, os Arcos da Lapa, ali pertinho, é o lugar mais conhecido pelos turistas. Aliás, é por alí que se encontra a famosa escadaria Selarón, cenário que diversos clipes internacionais e de muitas fotos de turistas que passaram pela cidade maravilhosa. Recomendo chegar cedo, a escada fica mais vazia e assim é mais fácil conseguir uma boa foto. Apesar da má reputação da segurança na Lapa, a escada é "super protegida", por ser uma zona turística, desde bem cedinho, você encontra uma viatura da polícia paradinha ali para proteger seus celulares e câmeras. 



Se quiserem entrar em contato com um show de Arquitetura + Natureza, um passeio ideal é conhecer o Parque Lage e o Jardim Botânico, um ao lado do outro pela Zona Sul.

Agora uma opção de passeio bem gostosinha fora da cidade, é ir até o Centro, na Praça XV, e pegar uma barca até a Ilha de Paquetá. Nós adoramos caminhar pelas ruas de pedra e areia, andar de bicicleta dando a volta na ilha e fazer um piquenique no fim da tarde. O lugar tem um charme de Rio antigo e uma tranquilidade de cidade do interior. Vale a pena conhecer. As informações de valores e horários das barcas estão no site oficial da CCR Barcas.


Esse foi um post com dicas bem compactas do nosso querido Rio de Janeiro para quem deseja iniciar um roteiro na cidade. Qualquer dúvida, estamos disponíveis para responder no nosso instagram, e pelos comentários.

2 comentários:

  1. Oi tudo bem?

    Sou bem curiosa para conhecer a terra dos cariocas (sou catarinense), já anotei todas as dicas de turismo que você deu para um dia que eu for conhecer haha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tais! Venha nos visitar logo! Você irá adorar! Hahaha beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.