Roteiro La Paz em um dia!

La paz não é uma cidade com muitas coisas para fazer, acredito que um dia seja suficiente para conhecer os pontos principais e mais turísticos do lugar. Pensando nisso, fizemos um roteiro com tudo o que você pode fazer na cidade em um dia, organizamos por localização, horários, valores e sugestões de alimentação. Vamos lá.

Depois de acordar e tomar um bom café da manhã no seu hotel, você pode ir até a Plaza San Francisco e conhecer a basílica. Caso seu hostel não tenha café da manhã incluso, a rua ao lado da catedral, Rua Sagarnaga, é recheada de opções para um "desayuno" bem gostosinho.


Saiba como é a comida na Bolívia, preços e dicas de onde comer.

Depois disso, você pode se aventurar nos corredores do mercado Lanza, bem em frente a praça, ali tem muitas lojinhas de doces, sucos naturais, produtos de higiene, tomadas, carregadores de celular e artesanatos. Por dentro do mercado, tem uma passarela que te leva para o outro lado da avenida, onde você pode seguir pela rua do comércio direto até a Plaza Murillo.

A Plaza Murillo é a principal praça de La Paz e, seus arredores, sede do governo da cidade. O nome é uma homenagem a Pedro Domingo Murillo, grande percursor da independência da Bolívia. Murillo foi enforcado pelo governo espanhol depois de ter sido preso como um rebelde. Hoje em dia, no centro da praça, tem uma estátua toda de bronze do patriota.


Você também pode comer algo ou almoçar em um dos diversos restaurantes e lanchonetes ao redor. Por ali mesmo, subindo uma das ruas que cortam a praça, sugiro ir caminhando até a Calle Jaén, uma rua toda coloridinha com calçada de pedras, repleta de lojas, bares e restaurantes. A ruazinha fofinha e livre de carros, também é lar de alguns museus, como o de metais preciosos, instrumentos musicais e a casa de Murillo.



Ao final da Calle Jaén, você chega na avenida Sucre, (saiba como se localizar em La Paz) onde é possível pegar um ônibus daqueles bem bonitinhos até o teleférico. É só perguntar para os motoristas se passa na linha vermelha (roja) do teleférico, ou no cemitério da cidade, mas a partir do cemitério você vai pegar o teleférico subindo e não descendo. O teleférico (Mi Teleferico), custa 3 bolivianos por pessoa.


Da mesma forma que foi ao teleférico, pode voltar, ou de van que é uma opção mais barata porém menos turística. Aí só vai ficar faltando passar em um lugar: O mercado das bruxas.


Antes de ir a La Paz, li bastante sobre o mercado das bruxas, chegando lá, fui perguntar a umas pessoas onde ficava o tal mercado. Eu e meu portunhol incrível, demoramos um pouquinho para entender que não se tratava de um mercado em si, e sim de umas 3 ruas cheias de lojas. É como se você estivesse andando em um Saara boliviano. Alô Alô, centro do Rio! Hahaha


Ficamos ao todo 4 dias em La Paz e, sinceramente, até hoje não sei que horas as lojas ali abrem. Cheguei a minha própria conclusão de que cada um tem seu horário, mas geralmente umas 12h as lojas já estão todas abertas.

TABELA DE VALORES MERCADO DAS BRUXAS
Saco com folhas de coca - 10 bolivianos
Saco com balas de coca - 15 bolivianos
Touca - 8 bolivianos
Luvas - 10 bolivianos
Chaveiro de lhama - 4 bolivianos
Casaco de alpaca - 70 bolivianos
Colares com pedras - 20 bolivianos
Lhamas de pelúcia - 12 bolivianos


Para finalizar o dia, nada melhor que pizza, correto? Subindo mais um pouquinho pela rua Sagarnaga, dividimos uma pizza média com coca-cola logo na esquina, na avenida Illampu. Gastamos 41 bolivianos ao todo.

Viagem marcada para La Paz? Faça sua reserva pelo Booking.com

Esses foram os lugares que visitamos em La Paz, para quem tiver interesse, também tem o Museu da Coca bem pertinho da Sagarnaga. na rua Linares - 906 e fica aberto de 10h até 19h.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.