Cabe mais dois? Jade & Laura falam sobre o Canadá LGBT

agosto 29, 2017

Em julho de 2015, fui passar 3 meses no Canadá, em uma cidadezinha chamada Gatineau, divisa com a capital Ottawa, na província de Quebec. Minha namorada, Laura, aproveitou as férias de julho no Brasil para me visitar e conhecer um pouco do país comigo por duas semanas. Não é à toa que o Canadá é conhecido por ser um local que respeita toda e qualquer diversidade. Você já percebe isso assim que chega no país, e essa visão se concretiza ao ver todos os tipos de famílias, religiões e etnias convivendo em parques ao ar livre nas tardes de domingo, se divertindo em festivais de verão ou passeando pelas ruas despreocupados, sem qualquer discriminação. 



Notamos muitas diferenças em relação a homossexualidade quando comparamos o Canadá com o Brasil. Lá, ser homossexual, é algo completamente natural, está nas propagandas de tv, nas séries, nas revistas, nas pessoas de mãos dadas pelas ruas... Lá, as pessoas não perguntam se você tem namorado ou namorada, elas sempre perguntam sobre o seu “partner”, seu "parceiro", substantivo que serve tanto para homens quanto para mulheres, dando um tapa na cara da heteronormatividade. 



Conhecemos todos os pontos turísticos das cidades: os museus, o parlamento, a chinatown, tudo que dava pra visitar.
Gatineau é uma cidade muito pequena, por isso passávamos a maior parte do nosso tempo em Ottawa. Eu e Laura não somos muito de ir em boates, por isso não fomos em nenhuma boate LGBT por lá, mas vimos algumas, inclusive uma que era só de lésbicas.




Um momento que nos marcou muito, e que define bastante o espírito do Canadá, foi um dia que estávamos em uma ponte de cadeados do amor, um lugar super romântico e com uma vista linda, e aproveitamos pra colocar um cadeado com nossos nomes. Nessa hora, passou uma mãe com uma filha e notamos que ambas ficaram nos observando de uma maneira carinhosa, admirando mesmo, sabe? A mãe chegou mais perto e perguntou, com um sorriso no rosto, se estávamos colocando nossos nomes no cadeado, dissemos que sim, ela mostrou pra filha, as duas sorriram, se despediram carinhosamente e continuaram andando. Mal sabem elas, que aquela cena nos marcaria pra sempre.



- Jade e Laura, são @jadesaraiva e @laurafleury no instagram, lésbicas e moram no Rio de Janeiro.

Faz parte da comunidade LGBT e viajou para algum lugar dentro ou fora do Brasil? Nos envie seu relato pelo e-mail cabemaisdois@gmail.com com nome, cidade, rede social e fotos.

Um comentário:

  1. Lugar lindoooo :O uauuuuuu, nossa essas fotos é incrível! Quem não sonha né em viajar para um país diferente, viver de modo diferente, conhecer culturas, pessoas, experimentar culinárias diferentes!!!! Um sonho de consumo!

    Super beijo, sucesso e felidades!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.